Altamira Tecnologia

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size


MEDIÇÃO DE DESLOCAMENTOS VERTICAIS SUBAQUATICO

E-mail Print PDF

MEDIÇÃO DE DESLOCAMENTOS VERTICAIS SUBAQUÁTICO

 

 

 

Método para Medição de deslocamento vertical subaquático.

Nesta aplicação utilizaremos, por se tratar de uma medição submersa, o efeito da coluna d´água para determinar o deslocamento vertical da sedimentação de uma área.

Para tal podemos simplesmente utilizar um módulo PROFUNDÍMETRO para determinar a altura da lamina d´água acima do sedimento. Para isto o módulo deverá estar preso a um bloco de cimento localizado na região onde se deseja medir a sedimentação e através de um tubo metálico de proteção seu cabo de comunicação e alimentação deve ser levado para fora desta área, na verdade um tubo deve ser utilizado também a entrada do sensor de profundidade para deslocar seu ponto de medida para fora desta área de medição. Assim na o módulo estará medindo a profundidade do ponto que ele esta em referencia a superfície do mar, ou seja, a medição deverá ser da lamina d´água logo a cima do tubo mais a coluna deste tubo, pois se a tomada do módulo fica-se no ponto logo a baixo da sedimentação estaria medindo o peso do conjunto “sedimento+lamina d´água”.

Agora como em alto mar não temos pontos de referencias no nível do mar necessitaremos referenciar este ponto utilizando simplesmente um outro PROFUNDÍMETRO, também preso em um bloco de cimento,  para determinar a altura da lamina d´água de um ponto fixo, fora desta área, que não ira sofrer deslocamento vertical e subtrair simplesmente da leitura de profundidade do sedimento, assim o resultado será exatamente a altura que o sensor a baixo do sedimento estará em relação ao nosso ponto fixo.

Uma vez determinado este ponto fixo, em nosso projeto, toda leitura de maré menos a leitura de profundidade do recalque nos fornecerá o valor de deslocamento do sedimento na região que estamos efetuando um aterramento.

Por tanto para esta aplicação devermos utiliza no mínimo 2 módulos de medição da Profundidade, um a baixo da área de sedimentação e outro em um ponto fixo próximo. As suas informações devem ser levadas até a superfície através de um cabo até uma bóia equipada com uma unidade de rede Wifi e um sistema de alimentação solar para permitir que embarcações possam se aproximar e sem contato coletar os dados de deslocamento vertical armazenados em seu DATALOGGER interno, tanto da medição de maré quanto da medição de recalque. Programas gráficos podem visualizar as duas leituras e evidenciar a leitura de deslocamentos da área.

Se vários pontos de medição de deslocamento ao longo de um trecho são necessários podemos ter apenas um ponto de referencia fixa para medição da maré ou simplesmente podemos ter um trecho de 7 medições de recalque com um passo a cada 50 metros e uma bóia concentrando um medidor de profundidade para maré, isto nos permitindo integrar um trecho de 350 metros.

Na implementação sempre deveremos ter uma base de concreto no ponto de medição com o PROFUNDÍMETRO e outra fora desta área para fixar sua tubulação, pois é necessário que haja ventilação de coluna d´água até o módulo a baixo do sedimento.

Na hipótese de manutenção de um ponto de medição deve-se abandonar este ponto e instalar um outro logo a cima deste seguimento dando prosseguimento ao aterramento e referenciando a diferença ao antigo ponto. Pode-se também providenciar também a substituição da unidade defeituosa mantendo-se um tubo estanque, chio d´água, até o bloco de concreto a baixo do sedimento e simplesmente removendo ou recolocando o módulo através de hastes semi flexível de metal.

Módulo de leitura contínua de Profundidade e/ou Maré (on-line)

O PROFUNDÍMETRO é um dispositivo que não sofre influencia pela agitação de ondas a movimentação de embarcações, temperatura ou pressão barométrica produzindo leituras estáveis de sua profundidade em milímetros.

A implementação do sistema utiliza um módulo microprocessado com um sensor absoluto de pressão WebServidor capaz de disponibilizar de forma contínua suas informações e permitir sua configuração através de um protocolo TCP/IP o qual permite um acesso através de uma simples página de um navegador qualquer, fabricado em alojamento metálico garante sua estabilidade e integridade nas aplicações requeridas.

Montagem

Para aplicações subaquáticas ele é fornecido normalmente em alojamento de Nylon no entanto no caso de medição de sedimentação deve ser utilizada a versão em aço inoxidável.

Painel de Medição + Conjunto Solar.

A unidade instalada em uma bóia deverá conter o gabinete com uma unidade de roteamento switch e um módulo Wifi. Um pequeno conjunto de alimentação solar composto de painel, regulador e bateria completa a unidade e permite sua autonomia de funcionamento.

Datalogger

O recurso interno de Datalogger da unidade do sensor de profundidade permite armazenar os dados que podem ser acessados remotamente através do sistema através de sua página em qualquer lugar desta rede Ethernet ou pela internet.